Farmácia Bella Derm

*43 3028.0200Central de Atendimento
Pro Biolact 100mg + Lactase 300 LacU - 60 cápsulas
LEMMA
Product ID: 3265539
Product SKU: 3265539
New In stock />
Pro Biolact - 60 cáps.

Pro Biolact - 60 cáps.

Frete com desconto por CEP. Veja o desconto em seu carrinho e no checkout da compra!
Marca: LEMMA
Referência: 33933
aguarde, carregando preço...
/ 10
Simulador de Frete
- Calcular frete

Pro Biolact® 100mg
Lactase 300 LacU
60 cápsulas

11 BILHÕES MÚLTIPLAS CEPAS
BLEND PROBIÓTICO + LACTASE PARA INTOLERÂNCIA À LACTOSE

Intolerância à lactose é uma condição causada pela falta ou atividade insuficiente da enzima Lactase no intestino.

A modulação do ambiente microbiano intestinal pela promoção da colonização por cepas probióticas com atividade da ß-galactosidase tem sido considerada uma abordagem eficaz no tratamento de indivíduos com intolerância à lactose.

O Pro Biolact® é a associação entre as espécies probióticas Lactobacillus delbrueckii subsp. bulgaricus, Streptococcus thermophilus, Bifidobacterium lactis, Lactobacillus rhamnosus, Lactobacillus plantarum, Lactobacillus reuteri, Lactobacillus acidophilus e Lactase capaz de reduzir de forma significativa os sintomas da intolerância à lactose.

As cepas probióticas presentes no Pro Biolact® auxiliam na digestão da lactose por produzirem a ß-galactosidase, resultando um efeito sinérgico com a Lactase e trazendo melhora da qualidade de vida de pacientes com intolerância.

COMPOSIÇÃO:  Pro Biolact® + Lactase
COMBINAÇÃO ÚNICA DE 7 CEPAS PROBIÓTICAS LIOFILIZADAS E LACTASE
Lactobacillus Delbrueckii Subs Bulgaricus, Lactobacillus Acidophilus, Lactobacillus Plantarum, Lactobacillus Reuteri, Lactobacillus Rhamnosus, Bifidobacterium Lactis,  Streptococcus Thermophilus, Lactase, Goma Acásia.

S. thermophilus na intolerância à lactose
Estudo avaliou o aumento da digestibilidade da lactose pela técnica de hidrogênio exalado na respiração, e concluiu que o uso de S. thermophilus reduziu significativamente o hidrogênio exalado (~10 ppm max), indicando um aumento da digestibilidade da lactose e diminuição dos sintomas associados a intolerância.

L. delbrueckii subs bulgaricus na intolerância à lactose
Estudos demonstram que a utilização de L. delbrueckii subs bulgaricos aumenta a atividade da ß-galactosidade microbiana no intestino, reduzindo em até 5 vezes os sintomas da intolerância à lactose.

L. rhamnosus na intolerância à lactose
Estudos demonstram que o L. rhamnosus apresenta resultados positivos e melhorias gerais nos sintomas da intolerância à lactose com redução significativa na duração e frequência dos episódios da diarreia.

L. acidophilus na intolerância à lactose
Estudo avaliou a eficácia do L. acidophilus na digestão e tolerância de lactose. Após 30 dias de tratamento os resultados demonstraram que a suplementação probiótica foi capaz de aumentar o conteúdo de Lactase.

L. plantarum na intolerância à lactose
Pesquisadores demonstraram que o consumo diário de Lactobacillus plantarum reduz a dor e flatulência em pacientes com intolerância à lactose.

L. reuteri na intolerância à lactose
Pesquisas demonstram que o L. reuteri é capaz de (1) proteger contra bactérias prejudiciais sem prejudicar o equilíbrio da microbiota, (2) estabiliza a permeabilidade intestinal e (3) reduz náusea, flatulência e diarreia. O L. reuteri tem alta atividade de ß-galactosidase e aumenta a secreção de insulina, possivelmente devido à liberação aumentada de incretina.

B. lactis na intolerância à lactose
Pesquisas demonstram que a suplementação de B. lactis é capaz de (1) influenciar as bactérias probióticas do cólon e (2) aumentar o número dos principais grupos de microbiota colônica, o que poderia desempenhar um papel importante no alívio dos sintomas da intolerância à lactose.

IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS,
A EMBALAGEM PODERÁ SER APRESENTADA DE FORMA DISTINTA.

MODO DE USAR:
Ingerir uma ou duas doses ao dia, logo antes de dormir. Abrir a cápsula-sachê em alimentos ou líquidos como água ou sucos.

IMPORTANTE: Usar este produto sob a prescrição de um profissional habilitado.
Podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o através dos contatos abaixo.

Manter fora do alcance das crianças.
AO PERSISTIREM OS SINTOMAS, UM MÉDICO DEVERA SER CONSULTADO.
Conservar em local fresco, seco e ao abrigo da luz solar.
As informações prestadas nesta página tratam-se da descrição do produto e não de incentivo ao seu consumo; Consulte sempre um especialista.

EM CASO DE DÚVIDAS CONTATE UM FARMACÊUTICO DA FARMÁCIA BELLADERM: WhtasApp: 43 99190.0020 / Fixo: 43 3152.0200

___________
Produzido por: FARMÁCIA BELLADERME LTDA.CNPJ: 08.546.542/0001-76
AE: A1100240, AFE: 0491169, Licença Sanitária: 14729,CRF/PR: 16847
Responsável Técnica: Lucilene Ribeiro Munhoz CRF/PR:13.459

___________
Referência consultada: Literatura técnica de apoio Lemma Supply®: Gingold-Belfer R, Levy S, Layfer O1, Pakanaev L, Niv Y, Dickman R, Perets TT. Probiotics Antimicrob Proteins. 2019 Jan 7. Szilagyi A. Can J Gastroenterol Hepatol. 2015 Apr;29(3):149-56. Review. Oak SJ, Jha R. Crit Rev Food Sci Nutr. 2018 Feb 9:1-9. Savaiano DA. Am J Clin Nutr. 2014 May;99(5 Suppl):1251S-5S. Vonk, RJ, et al. Chapter 7. Intech, 2012.He T, et al.. J Appl Microbiol. 2008 Feb;104(2):595-604.Martini MC, et al. Am J Clin Nutr. 1991 Dec;54(6):1041-6. Vrese M, et alAm J Clin Nutr 2001;73(suppl):421S–9S. Nobaek S, Johansson ML, Molin G, Ahrné S, Jeppsson B. Am J Gastroenterol. 2000 May;95(5):1231-8.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
    Produtos Visitados

    Layers Commerce